Mostrando postagens com marcador brawn. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador brawn. Mostrar todas as postagens

13/03/2012

Chefes de equipe esperam por início de temporada movimentado

“A classificação em Melbourne e as primeiras corridas serão imprevisíveis”, prevê Boullier

Grid de largada para o GP da Austrália de 2011 (Steve Lee/LAT)
 
Após a pré-temporada, a expectativa por parte dos fãs da F1 é que o início do Mundial será imprevisível, com a competitividade do grid podendo gerar surpresas nas primeiras provas.
Os testes de pré-temporada sugeriram que a diferença entre as equipes será pequena – sendo que algumas aparentam estarem mais rápidas em voltas lançadas, enquanto outras se destacam em distância de corrida. Além disso, os pneus agressivos da Pirelli dificultam a estratégia, o que faz com que figuras do comando da categoria admitam que o início de ano será emocionante.

11/03/2012

Brawn sobre 2012: "Não há porque não acreditar em vitórias"

Chefe da Mercedes acredita que W03 será capaz de levar pilotos a vencerem corridas


Michael Schumacher, da Mercedes, durante teste em Barcelona (Andrew Ferraro/LAT)

O chefe da Mercedes, Ross Brawn, afirmou que não há motivos para pensar que a equipe alemã não será capaz de vencer corridas em 2012.
Depois de duas campanhas abaixo das expectativas em 2010 e 2011, onde não conseguiu fazer frente a Red Bull, Ferrari e McLaren, ficando relegado à quarta posição, o time realizou uma pré-temporada forte neste ano. Para Brawn, a esquadra prateada está determinada a conquistar seu primeiro triunfo desde que voltou a competir na F1 com uma equipe oficial.

09/03/2012

Mercedes está melhor do que nos anos anteriores, avalia Haug

Diretor da marca alemã elogia W03 e confia em evolução durante a temporada de 2012

Michael Schumacher, da Mercedes (Glenn Dunbar/LAT Photographic)

Norbert Haug, diretor da Mercedes, aponta que as condições da equipe para a abertura do Mundial de 2012 estão melhores do que nos anos anteriores.
A montadora alemã retornou à categoria enquanto equipe no final de 2009, quando assumiu o controle da então atual campeã mundial, a Brawn GP. Desde então, conquistou três pódios, todos com Nico Rosberg, em 2010, sendo que em nenhum momento esteve na luta por uma vitória.

04/03/2012

Brawn acredita que Mercedes deu passo à frente em 2012

Chefe prevê equipe mais próxima dos líderes do que durante campanha de 2011

Nico Rosberg, da Mercedes, em Barcelona (Andrew Ferraro/LAT)

Ross Brawn, chefe da Mercedes, acredita que a equipe tem condições de dar um significativo passo á frente em relação à sua campanha em 2011.
Apesar de ter optado por não participar do primeiro teste de pré-temporada com seu novo carro, a Mercedes se mostrou forte nos testes. Brawn afirmou que o time criou sua base de maneira muito mais suave do que em relação há um ano.

24/02/2012

F-1:Brawn crê que W03 ainda não está pronto para entregar vitórias

Carro é bem melhor que o antecessor, mas ainda não é páreo para rivais mais fortes, diz

Michael Schumacher, da Mercedes, durante teste em Barcelona (Andrew Ferraro/LAT)

O desempenho apresentado pelo W03 na rodada de testes de Barcelona, nesta semana, deixou o chefe da Mercedes, Ross Brawn, convencido de que o novo carro representa um grande avanço com relação a seu antecessor. Entretanto, o dirigente não acredita que o progresso seja suficiente para levar o time prateado a vitórias no começo da próxima temporada.

23/02/2012

F-1:Mesmo empolgado com os EUA, Rubinho nega adeus à F1

Em entrevista à revista AUTOSPORT, Barrichello diz que seu tempo na categoria ainda não acabou

Rubens Barrichello durante testes em Sebring (Michael L. Levitt/LAT Photo USA)

Substituído na Williams pelo compatriota Bruno Senna, Rubens Barrichello crê que seu tempo na F1 ainda não acabou.
Questionado pela revista AUTOSPORT se não faltou uma despedida apropriada para sua carreira na categoria, Barrichello negou-se a falar sobre um “adeus” definitivo ao esporte. Piloto com maior número de GPs disputados na história da F1, 323, o paulista de 39 anos acumulou 11 vitórias, 68 pódios e 14 poles entre 1993 e 2011.